Rua 2, Nº 5, Setor Centro Sul, Morada do Ouro - Cuiabá/MT

Fale Conosco

(65) 3631-3850

Horário Funcionamento

Seg-Sex: 08h - 17h

SINETRAN-MT REÚNE-SE COM PRESIDENTE DO DETRAN-MT PARA RETOMAR NEGOCIAÇÕES DA NOVA TABELA SALARIAL

                                                     

Na tarde desta terça-feira (22/12), o SINETRAN-MT reuniu-se com a Presidência do Detran-MT para discutir a situação salarial da categoria. Na oportunidade, a diretoria do sindicato ressaltou a importância da retomada das negociações em torno da questão, iniciada em 2017.

Naquele ano, após intensa luta da categoria, o Governo do Estado, na figura do governador em exercício Carlos Fávaro, junto à integrantes do Legislativo estadual, reconheceu a brutal defasagem salarial sofrida pela categoria – que tem o pior salário do serviço público estadual – bem como a necessidade de priorizar a categoria nas negociações.

Com a mudança de Governo em 2019, o SINETRAN-MT reapresentou a reivindicação para a Presidência do Detran-MT e Secretaria da Casa Civil, os quais tomaram ciência do arrocho salarial sofrido pela categoria e da nova tabela reivindicada.

Ontem retomamos a discussão com o Presidente do Detran-MT, ressaltando a importância e a urgência da valorização salarial como garantia da sobrevivência dos servidores. Nossa categoria, cuja última tabela salarial aprovada em 2011, tem suportado a duras penas um período tão grande sem reajuste. A situação agravou-se ainda mais sem a RGA dos últimos anos e com o aumento da alíquota de previdência dos servidores de 11% para 14%. Com isso, durante o curto período de 2017 a 2020, a categoria perdeu 15% de seu poder de compra, sofrendo com o arrocho salarial e com a piora de suas condições de vida.

Em contrapartida, nesse mesmo período, a arrecadação do DETRAN-MT apenas aumentou, em consequência da intensificação do trabalho do(a)s servidore(a)s, que sofrem com o acúmulo de funções, e do aumento da demanda da população por atendimento e um trânsito mais seguro.

Na ocasião, o SINETRAN-MT defendeu a importância da valorização da categoria para a Política Pública exercida pela autarquia, bem como a urgência e necessidade da nova tabela salarial. Como encaminhamento, a gestão do Detran-MT se comprometeu com a realização, até o fim de fevereiro, dos estudos necessários para embasamento da proposta e com a realização de nova agenda, junto ao sindicato, para apresentação dos resultados.